Escolha seu idioma
  • 18 3909.9090
    18 99818.2957
    • Saiba como driblar problemas dos pets no calor

      Por: Imprensa | Em: 30/01/2019

      Com o calor que tem feito nos últimos dias, nada melhor que algumas medidas para se refrescar né!? O pet da foto saboreando um sorvete feito de polpa de manga natural é o Galileu, da raça Bernese Boiadeiro. A dona dele, Thais Mercante, de São Bernardo do Campo (SP), conta que com o calorão nesse verão, tem dado o “agrado” ao pet duas vezes ao dia.

      Ela conta que bate a manga pura misturada com água e depois coloca tudo numa forminha no congelador. Depois é só servir e deixá-lo se refrescar. Normalmente os pets gostam bastante desse mimo, pois principalmente os cães mais peludos como o Galileu, tendem a sofrer bastante por causa do calor.

      Além deste “mimo”, Thais relata que o Galileu recebe um reforço especial para ficar forte e saudável. “Para evitar qualquer tipo de problema, estamos usando a homeopatia veterinária como forma preventiva de doenças nele que tem dois anos de vida”.

      São usados Fatores Homeopáticos para o tratamento e prevenção de problemas gastro intestinais, vermes, e dermatites. “Tudo é feito sob recomendação de uma profissional médica veterinária”.

      A moradora do ABC paulista destaca que tem vários exemplos positivos com o uso da homeopatia veterinária. “Uma delas, foi logo quando trouxemos o Galileu pra casa. Ele veio de um canil onde tinham muitos focos de protozoários e vermes. Com o uso da homeopatia, os exames negativaram”.

      Outra experiência positiva com os Fatores Homeopáticos foi para tratar uma dermatite psicossomatica por lambedura apresentando inquietude e estresse. “Tentamos algumas vezes controlar com antibióticos (medicamentos convencionais) na esperança de fazer com que ele parasse de se lamber e desenvolvesse ainda mais a doença. Mas não tivemos muito sucesso. Ele apresentava pequenos quadros de melhora, mas depois piorava novamente. Então oferecemos o Fator Homeopático e logo comecei ver diferença. Em duas semanas ele sarou da doença”.

      O sistema digestivo do Galileu também nunca foi dos mais fortes. “As vezes alguém da família, por mais que recomendemos que não faça, acaba dando algo pra ele comer que não é indicado para cães. Alguns não conseguem resistir a cara de pidão dele (risos). Por isso, ele sofria com quadros de diarreia ou outras complicações. Então iniciamos também um tratamento com a homeopatia veterinária para o reforço do sistema digestivo”.

      Ela conta que mesmo com os “puxões de orelha” da médica veterinária para que não ofereça comida de humanos, o cão da raça Bernese Boiadeiro não sofreu mais com complicações digestivas recebendo essas pequenas porções não recomendadas.

      “Com a homeopatia veterinária, o Galileu é um cão muito mais imune as doenças e complicações. É um pet bastante saudável e nos dá muitas alegrias, já que quando ele está bem, eu e toda a família fica bem”.

      .

      Share Button
    1